11/09/2015 – Foletto: A Hemobrás precisa sair do papel

HemobrasA ideia foi sugerida em audiência pública, presidida pelo deputado federal Paulo Foletto,  realizada na quinta-feira (10), para debater a produção de hemoderivados e fatores recombinantes no Brasil.

A discussão foi pautada pelas diversas denúncias feitas na mídia a respeito do atraso na conclusão da obra da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobras), localizada em Pernambuco. Criada  oficialmente em 2004 a Hemobrás até hoje não entrou em funcionamento. Segundo o presidente da empresa, a nova previsão é de que a estrutura seja concluída no final de 2016 e a produção terá início apenas em 2022.

“Precisamos ver de perto a situação da obra para fazer um diagnóstico e entender o porquê desse atraso. A Hemobrás foi idealizada para ajudar milhares de pessoas que sofrem com a hemofilia produzindo medicamentos de qualidade e desenvolvendo tecnologia para criar autonomia no setor de derivados de sangue. Ela precisa sair do papel”, comentou Foletto.Hemobras1

Participaram do debate o presidente da Hemobrás, Rômulo Maciel, o coordenador do departamento de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, João Paulo Baccara, o promotor de Justiça de Defesa da Saúde do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Jairo Bisol e a presidente da Federação Brasileira de Hemofilia, Mariana Freire.

Veja os slides de apresentação do  presidente da Hemobrás.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s