29/062016 – Comissão Federal do Rio Doce apresenta relatório

Rio Doce3

Cinco dias após o desastre em Mariana/ES, no dia 10 de novembro, Foletto protocolou pedido ao presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha de criação Comissão Externa para avaliar o grau dos impactos sociais ambientais e econômicos nos municípios afetados no estado do Espírito Santa e Minas Gerais , em função do rompimento de barragens de rejeitos do processo de mineração, no município de Mariana/MG, que atingiram as águas da Bacia do Rio Doce (Cexbarra).  O primeiro coordenador foi Sarney Filho que atualmente é o ministro do Meio Ambiente.

Passados oito meses do desastre a Cexbrarra  apresenta seu Relatório Parcial.  Novo   coordenador da Cexbarra, o deputado federal Paulo Foletto colocará em votação o relatório parcial da Comissão.

O Ministro Sarney Filho estará presente e foram convidados o Ministério das  Minas e Energia, Ibama , Ministério Público e o relator do Código de Mineração. “Foram oito meses de análise sobre o desastre, onde neste meio tempo foi homologado uma acordo entre o governo federal. o estado do ES , o estado de MG e a Samarco. Conforme ressaltado por alguns expositores no âmbito das  audiências públicas promovidas pela Cexbarra, bem como por estas própria Comissão em sua moção de repúdio, a forma de elaboração do acordo (de acima para baixo) a falta de participação das principais interessados (os atingidos) são maus indicativos, e caberá a esta Cexbarra a fiscalização, no âmbito parlamentar,  do acordo.

Rio doce e lama

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s